Curitiba tem primeiro caso suspeito de varíola dos macacos, diz prefeitura

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

O Paraná registrou o primeiro caso suspeito de varíola dos macacos causada pelo vírus monkeypox em um morador de Curitiba. O paciente, conforme a prefeitura, tem 31 anos e mora na capital, mas tem histórico de viagem para São Paulo entre os dias 16 e 18 de junho.

Os exames foram feitos e enviados para análise do Laboratório Central do Estado (Lacen-PR) e também para o laboratório nacional de referência para a investigação.

A informação foi divulgada pela prefeitura na terça-feira (28).

A prefeitura reforçou, ainda, que não existe transmissão comunitária do vírus em Curitiba.

Ainda segundo a administração municipal, o homem buscou atendimento em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade com febre e alergia de pele no dia 24 de junho. Ele foi encaminhado para um hospital e fez a coleta de exames em uma área isolada.

O paciente passa bem, conforme a prefeitura, está isolado em casa e é monitorado. A Secretaria Municipal de Saúde ainda informou que observa pessoas que tiveram contato direto com o paciente.

A doença já foi confirmada em outros estados do Brasil.

Orientações

A Prefeitura de Curitiba orientou atenção ao aparecimentos de manchas na pele que possam formar bolas vermelhas com pus, em especial no caso de pessoas que viajaram para países que já declararam surto ou tiveram contato íntimo com alguém diagnosticado recentemente com a doença.

As autoridades também reforçaram a transmissão do vírus é mais lenta que outros existentes, como o coronavírus, e que o contágio acontece principalmente com o contato muito próximo com alguém infectado.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Endereço

TORRE MARECHAL

Rua Marechal Floriano Peixoto, 960 – Centro 

Foz do Iguaçu / PR,

CEP: 85010-250

Salas: 53 e 54 – 5° Andar

Desenvolvido por: