Grupo Mundial

Produto Interno Bruto de Foz do Iguaçu cresceu 7,5% em 2019, revela IBGE

O PIB (Produto Interno Bruto) de Foz do Iguaçu cresceu 7,5% em 2019, com um resultado de R$ 15,776 bilhões. Com o desempenho, um dos destaques entre os municípios do Paraná, a cidade chegou ao sexto lugar entre as 10 maiores economias do Estado. Os dados são do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

De acordo com o instituto, Foz do Iguaçu superou Ponta Grossa, nos Campos Gerais, que teve um crescimento de 3,6% e PIB de R$ 15,603 e Cascavel, no Oeste, com crescimento de 2,9% e PIB de R$ 12,602 bilhões.

Os números do IBGE mostram a força da economia de Foz do Iguaçu, que a cada ano cresce mais, disse o prefeito Chico Brasileiro. “Em 2019, o nosso carro-chefe, que é o turismo, bateu todos os recordes, com mais de dois milhões de turistas recebidos na cidade. Esperamos que, em um ano, vamos recuperar os patamares de 2019”.

“No final do segundo semestre de 2021, com a vacinação e a redução dos indicadores da pandemia (novos casos e óbitos), o turismo deu sinais de uma recuperação virtuosa”, ressaltou Chico Brasileiro. “Em breve, teremos de volta os números pré-pandemia”, resumiu.

O PIB per capita, somatória de todos os produtos e serviços, é a divisão da economia pelo número de habitantes. O resultado é anterior à pandemia de Covid-19, que iniciou em março de 2020 e cujo impacto começará a aparecer nos PIBs municipais a partir da divulgação a ser realizada pelo IBGE em dezembro de 2022.

Os dados foram compilados nos sites do IBGE e Ipardes (Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social). As cidades do Paraná com maiores PIBs em 2019 foram Curitiba (R$ 96.088 bilhões), São José dos Pinhais (R$ 29.962 bilhões), Londrina (R$ 21,599 bilhões), Maringá (R$ 19,311 bilhões) e Araucária (R$ 18.704 bilhões).

Foz do Iguaçu

Paraná

Brasil

Mundo