Grupo Mundial

Serviço da coleta seletiva ficará suspenso, confira:

Na próxima semana, entre segunda e sexta-feira, 20 a 24 de dezembro, o serviço da Coleta Seletiva de Foz do Iguaçu ficará suspenso para a realização de uma formação com os novos catadores contratados pelo chamamento público realizado pela Secretaria de Meio Ambiente. Os trabalhos serão retomados a partir do dia 27. 

 

A capacitação será feita pela equipe do Programa Municipal de Gestão de Resíduos Recicláveis e integrantes da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Santa Terezinha de Itaipu (Acaresti). Os grupos conhecerão as Unidades de Valorização de Recicláveis (UVRs) e receberão treinamento para operar os equipamentos, informações mais detalhadas sobre o Programa, além de atividades de integração com os catadores.

 

“Melhorar o atendimento aos moradores, aumentar a quantidade de resíduos recicláveis coletados e, por consequência, a renda dos catadores, é a principal função do programa de Coleta Seletiva. Para isso é de suma importância continuar contando com o apoio da população com a separação e a disposição dos resíduos para a coleta, também neste período de readequação do programa”, afirmou a secretária de Meio Ambiente, Ângela Meira. 

 

A partir de janeiro de 2022, o serviço de coleta passará por algumas mudanças, como a alteração nas rotas de coleta incluindo alteração de dias de atendimento. A Secretaria orienta para que durante o mês de janeiro os moradores fiquem atentos ao jingle da coleta, veiculado no caminhão, para conferir o dia da coleta na sua rua. 

 

Datas e locais das formações:

20/12 – das 8h às 16h30

UVR – Geraldo Sálvio de Paula – Rua Cascudo, 352, Porto Meira

UVR – Pedro Colombelli – Rua Angatuba, Três Lagoas

22/12 – das 8h às 16h30

UVR – Graciela M. B. de Oliveira – Rua Silva Jardim esquina com Rua Guimarães Rosa, Vila Portes. 

 

Chamamento público

O Programa Municipal de Gestão de Resíduos Recicláveis está em constante atualização, com o objetivo de agregar o maior número de organizações formadas por catadores e reduzir a quantidade de resíduos recicláveis destinados ao aterro sanitário. 

 

Para isso, a Prefeitura optou por contratar cooperativas de catadores por meio de chamamento público. O edital previa o credenciamento de cooperativas e/ou associações formadas por catadores para sete lotes, representados pelas Unidades de Valorização de Recicláveis aptas para o recebimento e triagem dos resíduos.

 

O Programa Municipal conta com o apoio da Itaipu Binacional e do Governo do Estado do Paraná. Juntamente com a Prefeitura de Foz do Iguaçu, são mais de R$ 17 milhões em investimentos. 

 

A coleta seletiva de recicláveis porta a porta foi implantada de forma gradativa, com início em junho de 2018, pela região da Vila C. Em dezembro de 2019 chegou à totalidade dos domicílios da área urbana residencial e, em fevereiro de 2020, iniciou atendimento à área rural. Neste período desviou do aterro sanitário 5.772,83 kg de resíduos recicláveis, aumentando a vida útil do mesmo e gerando renda para as famílias dos catadores integrados ao programa. 

 

 Para reforçar o programa, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente também desenvolve diversos programas, projetos e ações de educação ambiental para que a comunidade faça o descarte correto dos resíduos.

Foz do Iguaçu

Paraná

Brasil

Mundo

Serviço da coleta seletiva ficará suspenso, confira:

O episódio de chuva extrema acontece meses depois de uma onda de calor história na região de Colúmbia Britânica que provocou as mortes de 500 pessoas e incêndios.

Estes eventos estão aumentando em frequência devido aos efeitos da mudança climática provocada pelo homem. 

Foz do Iguaçu

Paraná

Brasil

Mundo