Grupo Mundial

Pesquisa aponta Foz do Iguaçu como maior criadora de empregos no Paraná

Foz do Iguaçu é a cidade que mais criou empregos no Paraná ao considerar os postos de trabalho abertos em relação a um milhão de pessoas. O “top five”, segundo o Caged, é composto por Foz (4.260,17), Cambé (3.958,34), Curitiba (3.302,40), Maringá (2.712,66) e Paranaguá (2.668,73).

 

Em novembro, Foz registrou 1.099 novos postos de trabalho com carteira assinada, 4.260,17 novos postos de trabalho para cada milhão de habitantes. Em números absolutos, a cidade ocupa o terceiro lugar na criação de empregos, atrás de Curitiba com 6.485 e Maringá com 1.184 em segundo.

 

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado quinta-feira (23) pelo Ministério do Trabalho e Previdência. O desempenho positivo entre admissões e demissões é o melhor resultado de Foz do Iguaçu nos últimos dois anos, quando começou a pandemia da covid.

 

O setor de serviços, que inclui atividades do turismo, manutenção e reparação, liderou a criação de empregos com saldo positivo de 791 novos postos de trabalho em novembro. Em segundo está o comércio com 298 novas vagas, seguido da indústria com 42 e a agropecuária, com um novo posto de trabalho em novembro.

 

De janeiro a novembro deste ano, Foz do Iguaçu criou 4.086 empregos formais. “O ano de 2021 foi atípico e marcado por dois momentos distintos, o primeiro semestre o agravamento da pandemia e o segundo semestre com uma recuperação vigorosa da nossa economia”, disse o prefeito Chico Brasileiro.

 

No Paraná

Com saldo de 196.143 vagas formais abertas de janeiro a novembro de 2021, o Paraná foi o quarto maior estado brasileiro e o segundo da região sul na geração de empregos no período. A lista é liderada por São Paulo (saldo de 921.208 vagas), Minas Gerais (327.870) e Santa Catarina (205.480 vagas).

 

Os números do Caged apontam 23.788 vagas abertas em janeiro, 40.211 em fevereiro, 7.958 em março, 8.001 em abril, 15.055 em maio, 15.565 em junho, 14.514 em julho, 22.771 em agosto, 15.555 em setembro, 15.268 em outubro e 17.457 em novembro.

 

As mais de 17 mil vagas geradas apenas em novembro são o sexto melhor resultado do País. Quem liderou o número de carteiras assinadas no período também foi São Paulo (110.198 vagas), seguido por Rio de Janeiro (35.654), Minas Gerais (24.035), Rio Grande do Sul (18.722) e Santa Catarina (17.869).

 

Assim como no Paraná, o emprego formal apresentou alta no Brasil pelo décimo primeiro mês consecutivo. Segundo o Caged, o saldo do mês de novembro no País foi de 324.112 vagas. Já o acumulado dos onze meses do ano chega a 2.992.898 vagas.

Foz do Iguaçu

Paraná

Brasil

Mundo