Grupo Mundial

80 mil passageiros devem desembarcar no aeroporto de Foz do Iguaçu

O Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu deverá receber mais de 77 mil passageiros no período do fim de ano, segundo os dados divulgados pela Infraero. A movimentação deve ocorrer entre 17 de dezembro de 2021 a 3 de janeiro de 2022. O número de voos previstos chega a quase 600. 

 

Em números de passageiros, o aeroporto de Foz ficará entre os dez mais movimentados do Brasil. 

 

Este aumento de visitantes é quase 50% maior do que o registrado no mesmo período de 2020, marcado pelas restrições devido à pandemia do coronavírus. Em 2020, foram 51.968 passageiros em 461 voos, conforme aponta a Infraero. 

 

O prefeito Chico Brasileiro celebrou os números e a decisão dos turistas de vir a Foz do Iguaçu. Ele destaca que, desde o início da pandemia, todos os atrativos e estabelecimentos da cidade se prepararam e mantiveram os cuidados com os protocolos sanitários. O avanço da vacinação na cidade, um dos primeiros destinos turísticos do país a ter 100% da população adulta imunizada com as duas doses da vacina, trouxe ainda mais segurança aos visitantes. 

 

“Somos um dos destinos turísticos mais seguros do Brasil e isso está sendo cada vez mais comprovado por conta da confiança que famílias, empresários e outros turistas estão depositando na cidade e marcando férias ou eventos para esses próximos dias. Vamos adentrar de uma vez por todas nessa nova fase do turismo e apenas comemorar a partir de agora”, relatou. 

 

O secretário de Turismo e Projetos Estratégicos, Paulo Angeli, ressalta que neste ano a cidade se preparou para entregar uma nova atração aos visitantes, com o Natal de Águas e Luzes, que deixou a cidade iluminada e com atrações diárias para os turistas.

 

“Ao chegar e ver que a cidade incorporou este espírito natalino, o turista ganha uma atração a mais para levar somente as melhores lembranças de Foz do Iguaçu”, disse. 

 

Visitantes da região

 

Além dos aeroportos, outro aspecto que se mantém alto é o fluxo de viajantes pelos transportes rodoviários, com ônibus ou carros de passeio. Somente em novembro foram mais de 240 mil veículos e 65 mil pessoas que desembarcaram na Rodoviária Internacional de Foz do Iguaçu. 

 

Os principais locais emissores seguem no próprio Paraná, São Paulo e Santa Catarina. “Sem os turistas internacionais, nossos vizinhos foram os grandes responsáveis pela retomada inicial do turismo em Foz. Eles optam por esse passeio mais curto e Foz sempre é a primeira opção, pois encontram toda a comodidade e qualidade nos atendimentos. Com a cobrança dos pedágios suspensa, acreditamos que os índices devem aumentar ainda mais”, completou Angeli.

Foz do Iguaçu

Paraná

Brasil

Mundo