Grupo Mundial

Governo entrega 119 casas para famílias de Cantagalo

O governador Carlos Massa Ratinho Junior inaugurou nesta quarta-feira (17) o Residencial Vila Chemin, em Cantagalo. O empreendimento é o novo lar de 119 famílias da cidade, na região Centro-Sul do Paraná, que viviam em situação de risco ou em condições precárias. Os novos moradores receberam as chaves da casa própria de graça por meio dos programas estaduais Casa Fácil e Nossa Gente.

 

“Estamos entregando casas para quem precisa: são 119 famílias sendo atendidas com a oportunidade de realizar um sonho. Aqui era um bairro muito humilde, sem nenhum tipo de urbanização, de condição de moradia. Hoje entregamos um bairro planejado e organizado”, afirmou o governador. 

 

Os imóveis do conjunto residencial possuem modelos com 42, 49 e 50 metros quadrados, com unidades adaptadas para pessoas com deficiência conforme cota prevista na política estadual de habitação. Todas as unidades possuem dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço externa, em lotes que possibilitam futuras ampliações pelos moradores. 

 

A iniciativa recebeu um aporte de R$ 12,5 milhões do Governo do Estado obtido através de um financiamento junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O trabalho foi coordenado de forma integrada pela Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), Cohapar e a Prefeitura de Cantagalo com o intuito de atender a parcela mais carente da população. 

 

O prefeito do município, João Konjunski, disse que dar dignidade à população do bairro era questão de honra. “É uma população muito menos favorecida, que a partir de hoje vai ficar muito bem colocada em 119 novas casas. É uma nova vida para quem mora aqui: um bairro nobre, com asfalto, esgoto, luz e água”, destacou.

 

 

MUDANÇA DE VIDA – A família de Jocelino Jesus dos Santos é uma das 119 beneficiadas pelo sonho da casa própria. Trabalhador de lavoura durante toda a vida, ele morava há mais de 35 anos na região da Vila Chemim, em uma moradia improvisada com lona.

 

A fome foi uma realidade da família – formada por sua esposa, Zulmira Aparecida dos Santos, e quatro filhos – durante um longo período de tempo.

 

“Foram anos sofridos. A gente puxava água do balde, não tinha energia elétrica, não tinha banheiro. Sair de um barraco de lona, onde se caísse uma chuva não tinha apoio, e entrar em uma casa com segurança, onde posso deitar na cama e dormir – me sinto seguro. Agradeço por entrar em uma casa com todo o conforto”, contou Jocelino.

 

Ele se muda para a nova casa com sua esposa e dois filhos adolescentes. Na casa ao lado, a felicidade se estende para mais uma parte da família: sua mãe, irmã, cunhado e duas sobrinhas são seus novos vizinhos.

 

“O mundo está complicado, e a maioria das coisas não cai na mão da pessoa carente que precisa do pão. Mas esse recurso veio e ficou aqui. Não temos mais cenas tristes, esse tempo foi embora”, celebro

Foz do Iguaçu

Paraná

Brasil

Mundo